HUVANE, HOMEM DIREITO DE RUDY GIULIANI

Rudolph Giuliani é o rosto mais conhecido de sua empresa de consultoria, mas John P. Huvane é o CEO, o diretor de operações e a pessoa que lidera a missão dos americanos em sua visita a El Salvador.

Sua viagem a El Salvador “é como ir ao médico para um primeiro check-up e discutir o que fazer. Depois disso, quando identificarmos as conclusões em algumas ideias-chave, estaremos disponíveis para ajudá-lo a implementar as sugestões, se o governo e o setor privado quiserem, disse Huvane à La Prensa Gráfica em dezembro de 2014.
Seu currículo inclui quase 21 anos de experiência como detetive da polícia de Nova York, onde renunciou em março de 2002 para se juntar à firma de Giuliani, que havia deixado a cidade de Nova York três meses antes. Ele é, de fato, um dos sócios fundadores da Giuliani Security & Safety.
Desde então, ele era uma pessoa de confiança do ex-prefeito. Ele era o diretor de segurança de Giuliani, quando ele aspirou a se tornar presidente dos Estados Unidos entre novembro de 2006 e janeiro de 2008.
De acordo com a página institucional da empresa de Giuliani, Huvane “é diretamente responsável pela aquisição de clientes, desenvolvimento de negócios e segurança física da empresa e seus princípios em todo o mundo”.
Seu trabalho no país será diagnosticar “como o sistema de justiça criminal parece a partir do momento em que alguém é preso, processado e ver se há uma alta taxa de impunidade ou reincidência”, disse ele ao jornal no mês passado.

Huvane reuniu-se esta manhã com representantes da Polícia Nacional Civil e do Ministério da Justiça e Segurança Pública. A idéia é que o consultor obtenha informações estatísticas da polícia, uma instituição que prometeu fornecê-las, e realize visitas em zonas de conflito e até em centros penitenciários.